EN
14/05/2018 - Fonte: Camaçari Notícias Online | BA

Baiana Amanda Nunes defende cinturão do UFC neste sábado (12)

Tudo pronto para o UFC 224, que acontece neste sábado (12), na Jeunesse Arena, no Rio. Na manhã de sexta (11), a baiana Amanda Nunes e a americana Raquel Pennington bateram o peso e confirmaram o duelo principal da noite, que vale o cinturão do peso-galo feminino, de posse da brasileira. Mais tarde, na hora da encarada, a Leoa subiu com uma espécie de peruca de leão no palco e levou o público ao delírio. Sua rival arrancou os tradicionais gritos dos fãs com o típico "Uh! Vai morrer". O card preliminar do UFC 224, com oito lutas, começa às 19h15. Já o principal, com cinco duelos, tem previsão de início às 23h. Ambos com transmissão do Combate. Amanda Nunes chega ao combate para a sua terceira defesa de cinturão. Antes, ela derrotou Ronda Rousey e Valentina Shevchenko. "Só tenho uma coisa a dizer a vocês: muito obrigada pela presença de cada um. Essa cinta fica aqui no Brasil. Podem ter certeza disso!", disse a baiana, para delírio dos torcedores. A baiana de 29 anos, nascida em Pojuca, a 70km de Salvador, possui um cartel de 15 vitórias e quatro derrotas e vem de seis triunfos consecutivos. Já Raquel, da mesma idade e que pela primeira vez disputa um cinturão do UFC, conta com nove vitórias e cinco derrotas em 14 lutas. No entanto, vem de quatro triunfos seguidos, dois deles sobre brasileiras: Bethe Correia e Jessica Andrade. Balança Uma das lutas mais esperadas pelo público carioca correu o risco de não acontecer. A americana-brasileira Mackenzie Dern ultrapassou em 3,2kg o limite de peso de sua categoria. Ela chegou à marca de 55,8kg para o combate peso palha contra Amanda Cooper. O peso superou o limite permitido e gerou clima de tensão entre as lutadoras, que protagonizaram a encarada mais tensa do card. A rival de Mackenzie, que fez a sua parte e cravou 52,6kg, se recusou a cumprimentar a sua adversária duas vezes. Apesar do contratempo, o UFC confirmou que a luta vai acontecer. Mackenzie terá de pagar 30% do valor da sua bolsa, mas poderá subir no octógono neste sábado (12). O UFC 224 também marca a despedida de um dos maiores lutadores brasileiros da história do MMA. O carioca Vitor Belfort, de 41 anos, entra no octógono pela última vez para enfrentar o baiano Lyoto Machida, de 39, radicado no Pará. O combate entre as lendas será o primeiro do card principal do evento.