EN
13/04/2018 - Fonte: Folha.com | BR

O Rappa se despede dos palcos com duas apresentações no Rio

O Rappa realiza nesta sexta (13) e neste sábado (14), no Rio de Janeiro, dois shows que podem ser os últimos da carreira. Em seguida, a banda entra em um hiato por tempo indeterminado. A despedida dos palcos foi anunciada em maio do ano passado em um comunicado divulgado nas redes sociais da banda. O motivo para a pausa não foi revelado. Formado em 1993, no Rio de Janeiro, o Rappa fez sucesso mesclando estilos como rock, reggae, rap e MPB. A característica mais marcante, no entanto, eram as letras carregadas de críticas sociais, a exemplo de "Todo Camburão Tem um Pouco de Navio Negreiro", destaque do álbum de estreia, "O Rappa". Em 2000, o letrista e baterista Marcelo Yuka foi baleado em uma tentativa de assalto e, como consequência, ficou paraplégico. Ele deixou o grupo dois anos depois. A banda já havia feito uma pausa em 2009, mas retomou as atividades em 2011. Na atual formação, conta com Marcelo Falcão (voz), Marcelo Lobato (teclados), Lauro Farias (baixo) e Xandão Meneses (guitarra). "Desde que voltamos aos palcos, em outubro de 2011, vivemos experiências incríveis. Talvez as mais importantes desses mais de 20 anos de carreira", dizia o comunicado da banda, destacando apresentações ao redor do Brasil e em outros países. "Vimos nossos fãs crescerem, construírem famílias e trazerem filhos e netos para os shows", continuava a nota de despedida. "Mas chegou a hora de dizer que vamos parar e, desta vez, sem previsão de volta." Ao longo de 25 anos de carreira, O Rappa lançou 13 álbuns, entre coletâneas e gravações ao vivo.