EN
07/05/2018 - Fonte: O Globo Online | Bairros | BR

Última luta de Vitor Belfort no UFC será realizada no sábado

No próximo fim de semana, os amantes de MMA terão motivos de sobra para festejar. É que no sábado será realizado o UFC 224, na Jeunesse Arena, na Barra, a partir das 19h15m. O principal confronto será entre a brasileira Amanda Nunes, campeã peso-galo, e a americana Raquel Pennington. A noite também terá uma despedida: com 41 anos e 40 lutas no currículo, Vitor Belfort travará sua última disputa no campeonato. O adversário será o brasileiro Lyoto Machida, da categoria peso-médio. Antes, a organização do evento promoverá um treino aberto com os principais atletas no BarraShopping: vai ser na quarta-feira, a partir das 18h. Será mais uma oportunidade para os fãs verem os atletas de perto. Além dos figurões já citados, estarão presentes os competidores Ronaldo Jacaré, Kelvin Gastelum e Mackenzie Dern. Superintendente do Complexo BarraShopping e New York, Jussara Nova Raris diz que o treino é uma forma de proporcionar a experiência aos torcedores que não comparecerão à arena no grande dia. - A parceria começou no ano passado, também com a realização do treino aberto e do Tour das Letras, e foi um sucesso. O UFC já faz parte do calendário da cidade há nove anos, e o BarraShopping, até mesmo por estar localizado no bairro onde será a luta, não podia ficar de fora desse grande evento - diz ela. Belfort conta que se sente muito feliz por poder encerrar sua participação no UFC com uma luta na Barra, bairro onde vivia antes de se mudar para os Estados Unidos e que, segundo ele, tem tudo para se tornar uma Miami brasileira. Ele está no Canadá há oito semanas, onde treina intensamente para o duelo, e chega ao Rio amanhã. São 24 horas de preparação, nas quais até momentos de descanso são pensados para seu melhor desempenho. - Estou feliz e contente por finalizar minha jornada na minha cidade natal, onde tudo começou. Principalmente na Barra, onde já morei e tenho uma academia. A humanidade está do jeito que está porque as pessoas não conseguem se satisfazer com o que têm. Eu fiz esse exercício ao longo da minha vida e estou muito satisfeito com o que conquistei. Poucas pessoas conseguiram ter uma carreira tão longeva quanto a minha - observa o atleta. Ele já tem planos para depois da competição: quer se dedicar à sua academia, a Belfort Gym, que foi inaugurada em 2013, no Rio Mar III, e já conta com uma filial, a Belfort Fitness Lifestyle, na Flórida. Fala também em estimular as pessoas a terem uma vida mais saudável: - Acredito que o fitness é educar as pessoas a terem um estilo de vida. Sou um empreendedor que ama fazer coisas que trazem paixão e transformam a vida das pessoas.